32°C 18°C

São Paulo, SP

30°C 16°C

Curitiba, PR

29°C 17°C

Belo Horizonte, MG

36°C 17°C

Rio de Janeiro, RJ

37°C 20°C

Porto Alegre, RS

30°C 25°C

Salvador, BA

Quarta-feira, 21 de Novembro de 2018 - 17h50

Cinco dicas para identificar um site falso

Publieditorial

 

Foto: Reprodução/Divulgação

 

A busca por produtos e serviços online têm aumentado cada vez mais.

 

Segundo um estudo divulgado em 2017, pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), 89% dos internautas entrevistados revelaram ter feito ao menos uma compra pela internet, nos 12 meses antecedentes à pesquisa. Além disso, o índice de aquisições online cresceu 43% de um ano para o outro.


No entanto, é preciso ficar atento às fraudes na web, as quais prejudicam e despertam medo aos consumidores. 

 

Confira a seguir, cinco dicas de como identificar um site falso:

 

LEIA MAIS

+ Mulher é vítima de agência de empréstimos online
+ Cinco dicas de proteger o seu WhatsApp de hackers
+ Como não cair em golpes de compras durante a Black Friday
+ ‘Loba do Tinder’ é presa após aplicar mais de 100 golpes em aplicativo

 

1. Faça o detetive

Antes de realizar suas compras, verifique se o site tem CNPJ, telefone e e-mail para contato. É importante ficar atento também à terminação do endereço eletrônico, já que será menos confiável, se não tiver o nome da empresa. Por exemplo: [email protected] é melhor de que [email protected] Também não deixe de pesquisar o que é dito sobre o site no Google (para isso, coloque o nome da URL inteira -- sem o prefixo http://).


2. Ajuda da Receita Federal

Pelo site da Receita Federal é possível verificar o CNPJ, nome, data de abertura e atividade da empresa. As lojas que tiverem data de início recentes, só serão consideradas suspeitas, se forem abertas próximas a eventos especiais, como Natal, Black Friday, Ano Novo e outras datas sazonais.


3. Certificação 

Cuidado com as ofertas recebidas por e-mail. Digite o endereço da loja e verifique se a promoção é verdadeira. Outra forma para saber se a empresa é real é fazer buscas pela web, observar se existem comentários nas redes sociais e se tem registro na e-bit -- canal especializado em prestar informações sobre o setor de e-commerce e certificações de lojas virtuais.

 

4. Cadeado fechado

Antes de fazer o cadastro em qualquer loja de e-commerce e informar seus dados pessoais para concluir o pagamento, certifique-se de a página é restrita. Para isto, repare se a barra de endereço está em https://. No canto inferior direito da tela, deve ter um cadeado que ao ser clicado mostra o nome da empresa e a validade do certificado de segurança.

 

5. Selos de segurança

Fique atento também aos selos de segurança, porque há clonagem deles. Para ter certeza de que não são falsos, clique sobre eles e verifique se aparece uma janela de validação, em caso positivo, confirme as informações que aparecem no site da empresa que faz o gerenciamento da página e coloca os produtos e/ou serviços à venda.

 

Foto: Reprodução/Divulgação 

 

Tem alguma dúvida sobre segurança digital? Envie-nos um e-mail para: [email protected]

 

Quer saber mais sobre segurança na internet? A McAfee, maior empresa especialista em tecnologia de segurança do mundo, tem dicas e soluções que ajudam a proteger os consumidores e as empresas de todos os tamanhos contra os malwares e as ameaças online mais recentes. Para mais informações, acesse o site: http://www.mcafee.com/br.




publicidade:

publicidade:

publicidade: