23°C 17°C

São Paulo, SP

20°C 14°C

Curitiba, PR

28°C 19°C

Belo Horizonte, MG

28°C 19°C

Rio de Janeiro, RJ

24°C 17°C

Porto Alegre, RS

32°C 24°C

Salvador, BA

Quarta-feira, 29 de Agosto de 2018 - 17h15

Vítima escapa de golpe por WhatsApp e ladrão questiona erro

Publieditorial

 

Foto: Reprodução/Divulgação

 

Boa parte das fraudes online hoje possuem um alvo em comum: WhatsApp.

 

O aplicativo mais baixado do mundo é usado por hackers a fim de enganar usuários, conseguir informações pessoais, fazê-los baixar programas indevidos e até mesmo para extorquir quantias em dinheiro.

 

Contudo, uma vítima de Teresina, Piauí, resolveu enfrentar um dos bandidos de forma inesperada.

 

LEIA MAIS

+ Por que é preciso ter um antivírus no celular?
+ Como combater um vírus compartilhado no WhatsApp
+ Vírus em jogos infantis expõem crianças a conteúdo impróprio
+ Brasil é o segundo país que mais comete ciberbullying no mundo


A ideia do bandido, inicialmente, era de se passar por um primo distante, revelar alguns problemas e conseguir uma transferência no valor de R$ 2,2 mil. Antes de receber a mensagem, os dois conversaram por telefone algumas vezes. A partir desse ponto, a vítima já havia desconfiado de tudo.

 

Ao portal G1, ela revelou que o tal “primo” dizia-se estar com o carro quebrado em uma das estradas do Piauí. Sem internet, caixa eletrônico e nada por perto, ele precisava que ligasse para uma determinada oficina mecânica para ajudar. Depois, revelou não ter condições de pagar os profissionais, por isso, queria que ela transferisse mais de 2 mil reais aos prestadores de serviço.

 

Foto: Reprodução/G1

 

Casa caiu

Enquanto tudo acontecia, a pessoa resolveu apurar os fatos.

 

O homem havia dito ser um dos primos de Brasília. Porém, o contato feito era de um telefone de Goiás.

 

“Nesse momento eu já estava com o Facebook do meu primo aberto, tinha ligado para minha mãe e pesquisei no Google a foto usada pelo suposto mecânico no WhatsApp, que não era do local informado”, contou a pessoa [que preferiu não se identificar] à publicação.

 

Ao receber um recado pelo WhatsApp de um dos bandidos, a vítima foi direta e contou ter percebido tudo. O criminoso, então, a aplaudiu [por emojis] e perguntou: “Onde eu errei?”, além de garantir que extorsão online também era “uma forma de trabalho”.

 

Importante

Tentativa de roubo por meio de aplicativos é crime, e pode ser denunciado ou feito um boletim de ocorrência, em qualquer delegacia.


Foto: Reprodução/Divulgação


Tem alguma dúvida sobre segurança digital? Envie-nos um e-mail para: [email protected]

 

Quer saber mais sobre segurança na internet? A McAfee, maior empresa especialista em tecnologia de segurança do mundo, tem dicas e soluções que ajudam a proteger os consumidores e as empresas de todos os tamanhos contra os malwares e as ameaças online mais recentes. Para mais informações, acesse o site: http://www.mcafee.com/br.





publicidade:

publicidade:

publicidade: