30°C 16°C

São Paulo, SP

23°C 14°C

Curitiba, PR

30°C 17°C

Belo Horizonte, MG

35°C 17°C

Rio de Janeiro, RJ

23°C 17°C

Porto Alegre, RS

27°C 23°C

Salvador, BA

Terça-feira, 04 de Setembro de 2018 - 15h54

Sete alimentos que podem sabotar a sua dieta

Redação Mundo Positivo

Foto: Reprodução/Divulgação


Barra de Cereais

Apesar de ser opção de lanche rápido, as barrinhas não devem ser ingeridas à vontade. “As opções industrializadas contêm alto teor de açúcar, e algumas são produzidas com chocolate e cereais de alto índice glicêmico, como flocos de milho e arroz”, explica a nutricionista da ONODERA Estética, Ione Leandro.

 

Frutas secas e oleaginosas

A ingestão desses alimentos ajuda a cuidar da saúde do coração, prevenir o envelhecimento precoce e auxiliar na perda de peso, mas o consumo exagerado pode causar efeito reverso e acumular gordura. “O ideal é consumir 30g por dia, o equivalente a uma castanha do Pará, duas de caju, cinco amêndoas, metade de uma noz e uma castanha, por exemplo”.

 

Pães Integrais

Esse tipo de alimento contém mais fibras e nutrientes, e por isso promovem sensação de saciedade por mais tempo. “É necessário uma quantidade mínima de farinha e grãos integrais para que se encaixe nessa categoria. Uma dica legal para saber se o pão é realmente integral é ver qual ingrediente vem em primeiro na lista, pois é o que tem em maior quantidade no produto”, ressalta a especialista.

 

Chocolate Diet

Muita gente acha que as opções diets ajudam na dieta, mas esses produtos são indicados para pessoas que tem restrição no consumo de açúcar e, geralmente, possuem maior quantidade de gorduras, tornando mais calórico.

 

Granola

Mistura de frutas secas, grãos, cereais e castanhas, a granola promove energia e ajuda no funcionamento do intestino, porém é um alimento calórico. “Prefira comer no café da manhã, com uma média de 25g por dia”, explica.

 

Gelatina

Considerada uma opção de saudável de sobremesa, as gelatinas não possuem muitas calorias e são fontes de colágeno. No entanto, é necessário consumir com cautela, pois o alimento contém níveis de açúcar, aromatizantes e corante.


Embutidos

Muito comum no cardápio de quem faz dieta, o peito de peru ou de frango são opções que contém menos calorias do que salame e mortadela, por exemplo. “Por serem alimentos industrializados, são ricos em sódio e conservantes. Essas substâncias não devem ser consumidas em excesso, pois podem afetar a saúde”, finaliza Ione.



publicidade:

publicidade:

publicidade: